Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Educação Financeira
Notícias
Perfis têm alta em março

Em março, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, aumentou a taxa básica de juros pela primeira vez em quase seis anos, passando a Selic de 2% para 2,75%. O aumento contribui para a melhora da remuneração das aplicações conservadoras atreladas à taxa básica de juros Selic e ao CDI. Em contrapartida, os papéis pré-fixados e atrelados à inflação, que se desvalorizam quando os juros futuros sobem, tiveram desempenho negativo no mês.

Dentre estes investimentos, estão os títulos públicos de inflação com vencimento superior a 5 anos (IMA-B5+), que fecharam o mês em -1,17%. Outro exemplo de renda fixa que variou de forma negativa foi o pré-fixado, com -0,84% (IRFM). Já os pós-fixados, tiveram resultados positivos, dentro do mesmo patamar dos últimos meses. Em média, eles fecharam março com variação de 0,17% (IMA-S).

No segmento de renda variável, o Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores B3, teve o primeiro desempenho positivo de 2021. Em março, ele rendeu 6% após registrar quedas em janeiro (-3,32%), e em fevereiro (-4,37%). Com esta performance, o índice fechou o 1º trimestre do ano ainda com perda de 2%.

Em meio a esses resultados, temos o país atravessando uma das piores fases da pandemia da covid-19. Ela vem acompanhada de um momento político agitado, após mudanças em vários ministérios, e com os investidores observando as perspectivas fiscais para o Brasil com cautela. O cenário, ao que tudo indica, deve ser de permanência da volatilidade nas aplicações financeiras.

Perfis de investimento

Diante do panorama de março, os perfis de investimento da Funsejem com um pouco mais de risco obtiveram os seguintes resultados: 0,59% no moderado, 1,23% no agressivo e 1,94% no superagressivo. O conservador, de menor risco, que investe na renda fixa com maior exposição aos pós-fixados, atrelados aos juros Selic, rendeu 0,18%.

Atenção à escolha de perfil

Considere sempre o grau de risco que deseja para seus investimentos, evitando mudanças constantes, para não incorrer em perdas patrimoniais. Na dúvida, informe-se mais aqui no site sobre nossos perfis e use o simulador de perfil de investidor na área de Educação Financeira.

Ver todas as notícias


2023 – Votorantim – Todos os direitos reservados.