Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Educação Financeira
Notícias
Fevereiro em baixa

O mercado financeiro global continua turbulento por conta da expansão do contágio do coronavírus pelo mundo. A consequência tem sido uma aversão ao alto risco, seguida de fuga dos investimentos com estas características, o que aprofunda ainda mais os efeitos negativos sobre as rentabilidades de curto prazo.

No Brasil, a Bolsa de Valores sofreu fortes oscilações em fevereiro e fechou o mês em queda acentuada. O Ibovespa, principal índice de ações, variou -8,43%, pior resultado desde maio de 2018, quando teve queda de -10,87%.

A renda fixa, apesar da volatilidade, apresentou bons resultados, em especial entre as aplicações mais voláteis, como os títulos públicos pré-fixados, que variaram 0,65% (IRF-M), e os indexados à inflação, que renderam 0,45% (IMA-B). Os papéis pós-fixados, que são mais conservadores e acompanham a taxa básica de juros da economia, fecharam em 0,27% (IMA-S).

Perfis do seu plano

Aqui no seu plano de aposentadoria administrado pela Funsejem, os perfis de investimento com mais exposição ao segmento de renda variável, que inclui ativos ligados à Bolsa de Valores, sentiram a queda e encerraram fevereiro com -1,06% no agressivo e -1,68% no superagressivo.

O moderado também foi afetado, mas em grau menor. Ele rendeu -0,15%, pois os títulos longos de renda fixa, bem presentes na carteira do perfil, tiveram bom desempenho, neutralizando parte do resultado negativo da Bolsa.

O conservador rendeu 0,34%, ficando acima do CDI, seu índice de referência, que fechou em 0,29%. O perfil concentra aplicações de menor risco em sua carteira. Mas pode contemplar um pouco de títulos indexados à inflação e pré-fixados, e uma pequena exposição em renda variável a partir deste ano. Hoje, sem esta diversificação, torna-se impossível para o conservador superar o CDI.

Cautela

O mercado financeiro permanece bastante arisco, em especial nos segmentos de aplicações voláteis, ou seja, sensíveis a crises e instabilidades. O momento pede foco no longo prazo, análise aprofundada de seus objetivos e adequação às suas características pessoais de investidor. Leia mais sobre os perfis no menu Investimentos aqui do site, e aproveite para usar nosso simulador de perfil.

Ver todas as notícias


2023 – Votorantim – Todos os direitos reservados.