Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Área do DHO/Gente
Acesse Aqui
Área do Participante
Acesse Aqui
Educação Financeira
Notícias
O que fazer com o FGTS

Uma renda extra como os saldos de contas inativas de FGTS que estão sendo liberados é bem-vinda, claro. Mas desde que o destino que você dará ao dinheiro seja planejado. Do contrário, ele pode sumir sem ter gerado bons frutos. Olhe para as suas finanças e veja o que melhor se encaixa à sua realidade hoje. Quitar dívidas, poupar, as duas coisas juntas?

Pague prestações atrasadas: se estiver com dívidas atrasadas com algum bem como garantia, dê prioridade a elas, assim você garante a preservação de seu patrimônio.

Renegocie os juros: na hora de pagar suas dívidas no banco ou crediário de alguma loja, negocie os juros. A instituição sempre buscará reaver o valor total da dívida (seu empréstimo + o acréscimo de juros). Mas você pode negociar o valor dos juros, principalmente se sua proposta for de quitar grande parte da dívida.

Antecipe o pagamento de contas: tente quitar todas as suas parcelas, mesmo que não estejam em atraso. Dessa forma, será mais fácil organizar novamente seu orçamento.

Monte uma reserva: depois de quitar dívidas e se reorganizar financeiramente, aproveite e monte um fundo para emergências. Com ele, você diminui o risco de se endividar no futuro.

Reforce seu plano de previdência: além da reserva de emergência, importante para os contratempos de curto e médio prazo, destine parte desta renda do FGTS a seu planejamento financeiro de longo prazo, o plano de aposentadoria. Depósitos extraordinários podem ser feitos a qualquer momento, basta contatar a área de Relacionamento da Funsejem (aqui).

Se for comprar, só à vista: se seu saldo de contas inativas deu para quitar dívidas, adiantar parcelas, poupar e ainda ir às compras, aproveite! Mas, lembre-se: pague tudo à vista, negocie descontos e mantenha as finanças em dia.

Ver todas as notícias


2023 – Votorantim – Todos os direitos reservados.